Maria Sônia Batista dos Santos

Enfermeira do Centro Universitário Ceso Lisboa Rio de Janeiro. Pós Graduada em Oncologia D Faculdade Veiga de Almeida e especializando em Enfermagem em Endoscopia do Hospital Sírio Libanês em São Paulo.

Suporte da Enfermagem no Preparo da Colonoscopia

Suporte da Enfermagem no Preparo da Colonoscopia

14 minutos A colonoscopia é um exame endoscópico que possibilita a visualização do intestino grosso: reto, cólon sigmoide, cólon descendente, cólon transverso, cólon ascendente e ceco; e da porção final do intestino delgado: íleo terminal. Pode ser realizado com sedação ou anestesia, utilizando medicação administrada por via endovenosa. É solicitada no intuito de diagnosticar e, quando possível, tratar doenças que acometem o trato gastrointestinal baixo. É realizada pela introdução de um fino aparelho flexível com iluminação central que permite a visualização do revestimento mucoso Continue lendo

Hemorragia Digestiva Alta sob a ótica do Enfermeiro do serviço de endoscopia

Hemorragia Digestiva Alta sob a ótica do Enfermeiro do serviço de endoscopia

14 minutos A hemorragia digestiva alta (HDA) é uma emergência clínica relativamente frequente, com episódios discretos até sangramento que ameaça a vida. As hemorragias podem ser provenientes de qualquer área do sistema gastrointestinal. No entanto, a HDA origina-se do trato digestório proximal ao ângulo de Treitz, podendo ser de origem varicosa ou não varicosa. Devido à perda súbita e maciça de sangue, tem como consequência a má perfusão e a baixa oxigenação residual, o que pode acarretar em alto risco de isquemia, podendo ser Continue lendo

Cuidados de Enfermagem com Gastrostomia Endoscópica Percutânea

Cuidados de Enfermagem com Gastrostomia Endoscópica Percutânea

8 minutos O cuidado de enfermagem com a gastrostomia endoscópica percutânea (GEP) é de suma importância para o paciente e seu familiar. Possuir uma GEP requer cuidados e orientações específicas, desde o internamento hospitalar até o domicílio. A sistematização desses cuidados pelo enfermeiro requer organização, avaliação, planejamento e implementação, juntamente com as pessoas envolvidas nesse processo. Cabe ressaltar que o procedimento de troca de sonda de gastrostomia pode ser realizado pelo enfermeiro, desde que se sinta devidamente capacitado e não ofereça riscos ao paciente, Continue lendo