Poliana Pinheiro

Enfermeira, graduada pela Universidade Estadual de Ciências da Saúde de Alagoas – UNCISAL. Especialista em Enfermagem Obstétrica pelo Cefapp Arapiraca/AL. Enfermeira Assistencialista, Professora do Curso para Técnicos em Enfermagem. Ama a humanização, principalmente voltada à assistência materno-infantil.

Parto Normal, Cesariana ou Parto Humanizado?

Parto Normal, Cesariana ou Parto Humanizado?

11 minutos É interessante como em meio as conversas percebemos que algumas questões ainda são mal resolvidas e muitas dúvidas ainda prevalecem a respeito da escolha mais apropriada para um momento tão importante na vida de uma mulher e de sua família. Parto normal, cesariana ou parto humanizado? Como assim? São perguntas que de imediato percebemos que há falta de conhecimento nas entrelinhas. Observe! Sabemos que o parto normal é o mesmo que parto fisiológico, parto vaginal ou parto espontâneo. Já a cesariana é Continue lendo

Assistência de Enfermagem às Síndromes Hemorrágicas da Segunda Metade da Gestação

Assistência de Enfermagem às Síndromes Hemorrágicas da Segunda Metade da Gestação

10 minutos Vamos falar um pouco sobre um tema recorrente entre os profissionais de saúde em maternidades, centros obstétricos e em unidades básicas de saúde, as Síndromes Hemorrágicas na Gestação. Organizamos as síndromes de acordo com o período de tempo em que as encontramos durante a gestação. Por isso, as dividimos em Síndromes Hemorrágicas na Primeira Metade da Gestação e na Segunda Metade da Gestação. Nas imagens abaixo observamos as principais situações hemorrágicas. Sabe-se que nem todo sangramento é sinônimo de preocupação para as Continue lendo

Trabalho de Parto Prolongado: Conhecendo  Algumas Distócias

Trabalho de Parto Prolongado: Conhecendo Algumas Distócias

14 minutos No texto de hoje, que tal conhecermos alguns tipos de distócias? Ouvimos e lemos alguns textos sobre a fisiologia do parto, sua mecânica, mas agora, vamos identificar algumas distócias. Sem delongas, vamos lá! Sabe-se que o trabalho de parto obstruído, é aquele em que apesar de haver contrações uterinas fortes o parto não pode progredir devido a fatores mecânicos. O Trabalho de Parto Obstruído é uma das causas de aumento de morbimortalidade materna e peri-natal.1 Já, se as contrações forem ineficientes e Continue lendo

Anatomia do Sistema Reprodutor Feminino voltada para o Parto

Anatomia do Sistema Reprodutor Feminino voltada para o Parto

6 minutos Para uma compreensão mais ampla a respeito da mecânica do parto, nada melhor que uma breve revisão sobre a anatomia e fisiologia do sistema reprodutor feminino, formado por órgãos internos e externos, como mostra a imagem abaixo: Anatomia da Pelve Feminina O sistema reprodutivo feminino desempenha a função de produção da prole. Nas mulheres, os órgãos reprodutivos internos consistem de vagina, útero, tubas uterinas e ovários. Essas estruturas desenvolvem-se e desempenham funções de acordo com as influências hormonais específicas, influenciando na fertilidade Continue lendo

Fisiologia do Trabalho de Parto

Fisiologia do Trabalho de Parto

8 minutos Sabemos que a fisiologia é o estudo das funções e de como os seres vivos funcionam, quais os processos físico-químicos que ocorrem com estes. Assim sendo, vamos compreender um pouco mais a respeito da fisiologia do parto. É inevitável não notarmos as pequenas transformações corporais e de humor que a mulher passa desde a sua infância, adolescência e idade adulta não é mesmo? Algumas mudanças tornam-se ainda mais notáveis quando falamos de uma gestante, concordam?! Pois bem, de fato, essa mudança durante Continue lendo

O Processo Histórico da Assistência ao Trabalho de Parto

O Processo Histórico da Assistência ao Trabalho de Parto

12 minutos O processo de nascimento é historicamente um evento natural, de caráter íntimo e privado, sendo uma experiência compartilhada entre as mulheres e seus familiares. As primeiras civilizações agregaram inúmeros significados culturais a este acontecimento que, ao longo dos tempos e em distintos espaços, foram sendo repensados e reformulados, principalmente devido às mudanças significativas na área da Enfermagem.1 Durante muito tempo, as parteiras, curandeiras ou comadres eram quem exerciam a atividade de partejar, por serem mulheres reconhecidas na comunidade ou de confiança das Continue lendo

Humanização como forma de superação da violência obstétrica

Humanização como forma de superação da violência obstétrica

7 minutos Inicialmente, antes de defender a humanização do parto faz-se necessário entendê-la. Sabe-se que o parto é o conjunto de fenômenos fisiológicos e mecânicos que levam à expulsão do feto e de seus anexos do corpo da mãe. Existem dois tipos de parto: o parto cirúrgico, conhecido como cesariana e o parto vaginal que é o parto fisiológico ou também chamado de normal. Os partos vaginais se diferenciam em: partos vaginais cirúrgicos – os quais acontecem normalmente em hospitais com intervenções médicas como Continue lendo